O espírito do "que caminha pelas matas", em nós habita. Que haja fôlego e disposição.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

RAPEL NO PRÉDIO ABANDONADO (ANTIGA SAMBRA) OURINHOS- SP 26/02/2011

Eu estava tranquilo em casa, olhando meus e-mails na internet, quando meu telefone tocou. Meu amigo Pablo, convidou-me para praticarmos rapel, num antigo prédio abandonado, no coração da cidade de Ourinhos. A princípio hesitei, mas no entanto, meu espírito aventureiro falou mais alto. Assim fui.
Depois de indicado o local exato de onde estavam, peguei minha bicicleta e parti. Em 5 minutos, já estava adentrando o caminho da linha do trem, que me daria acesso para entrar no terreno. Logo avistei o prédio, que tem mais de 30 metros de altura.
 Entrei, e me diverti. Meu medo de altura não me permitiu descer a grande parede de concreto, mas certamente, com essa primeira experiência, pude ter um pouco de noção sobre esta prática radical.
 O prédio
 A visão do topo do prédio
 A galera observando a paisagem antes da descida
 Uma torre de tijolos
 Depois da descida Pablo (E) e Eris (D) conversam sobre a descida.
 Murilo descendo
 Meio da descida
Já embaixo, contemplando a vitória sobre o obstáculo.

Durante a aventura, tivemos um problema com os vigías do local, que ao avistar-nos, foram ao nosso encontro para saber o que fazíamos ali. Depois de esclarecido que apenas adentramos na ingenuidade, sem consultar ninguém, o vigia, apenas nos pediu para que na próxima vez, avisemos com antecendência de nossos planos. Certamente, voltaremos lá em breve.

2 comentários:

  1. e o bom e velho paquiderme (eu) não subiu até o topo

    shausahsusuhshu

    ResponderExcluir
  2. Mas dá proxima vez ele vai subir sim

    ResponderExcluir